Mesmo que sua renda ainda não seja tão alta, com uma boa dose de organização e planejamento é possível morar sozinho sem se enrolar com as finanças. Veja a seguir cinco dicas simples para colocar esse projeto de vida em prática.

1-Planejamento das finanças

A primeira coisa a se fazer para conseguir comprar seu imóvel é ajeitar as contas. Analisando a própria renda, você saberá o quanto poupar e em quanto tempo terá o valor necessário para começar a investir. Anote gastos, perceba onde se está desperdiçando dinheiro e ajuste seu consumo para fazer o dinheiro render mais.

Para quem quer um financiamento mais vantajoso e seguro a nossa proposta é uma ótima opção. A entrada é de apenas R$ 299 e as parcelas mensais são a partir de R$ 299 também, com taxas de juro muito reduzidas.

Olhe suas dívidas e o prazo para pagá-las, sempre mantendo o nome limpo, pois economizar R$ 299,99 pode ser feito se houver disciplina e foco.

2-Metas

Depois de fazer todo o planejamento para gastos mensais, é importante definir as suas metas relacionadas ao período de tempo estimado para ter sua moradia, a possibilidade de mudar de emprego ou ganhar uma promoção, aumento de gastos, etc.

Pense no que e quanto exatamente você usará do seu salário a partir desse momento. Poupar o seu dinheiro é algo que você precisa levar a sério.

O dinheiro não deve ficar parado, o ideal é fazer investimentos seguros e rentáveis para multiplicar o seu valor. A poupança não é uma boa opção, porque o rendimento é baixo. Busque informações sobre o Tesouro Direto; aplicações financeiras em bancos, como a compra dos Certificados de Depósito Bancário para um rendimento fixo. O importante é ser a melhor possibilidade para o seu caso. Um investimento fixo torna mais prático conseguir economizar e pagar o valor de R$ 299,99 por mês.

sair do aluguel

3-Necessidades de gastos extras

Avalie sobre a necessidade dos gastos com o lar novo, embora que com o nosso plano, não haverá problemas com decoração, problemas com a fiação, pintura. Os gastos extras servem para a possível compra de móveis novos.

4-Evite gastos desnecessários

Atingir a meta nos primeiros meses é mais complicado, porém é nesse momento que fica mais nítida a visão sobre quais gastos são importantes e quais são desnecessários, como gastos excessivos com roupas, restaurantes, etc. Se você precisa de roupas novas customize as que possui e faça suas próprias refeições em casa.

A família toda tem que se engajar, mudar o estilo de vida e aderir a uma nova rotina com menos dinheiro, mas, ainda, com a certeza de ter o seu imóvel próprio em breve.

5-Renda extra

Apesar das pequenas parcelas de apenas R$ 299 por mês com taxas de mercado baixas, você pode sentir a necessidade ou desejo de uma renda extra. Você não precisa depender do salário fixo de todo o mês. Existem diversas outras atividades que podem ser feitas nas horas vagas e que geram uma renda extra considerável no fim do mês. A internet, por exemplo, deixa a nosso alcance atividades interessantes.

Não saiu do aluguel ainda? Conheça os Condomínios Clube que vem ganhando destaque no mercado imobiliário na região Sul do país . Empreendimentos com mais de 40 áreas de lazer! Móveis que se enquadram no programa  Minha Casa, Minha Vida. Essa é oportunidade que você estava esperando para comprar seu apartamento próprio. Confira:

Veja também