Para os amantes de animais, é muito difícil viver no seu lar sem um companheiro pet alegrando seus dias. Mas para os moradores de apartamento ou condomínio, pode ser um desafio manter os bichinhos dentre de casa por de diversos fatores relacionados a conivência e adaptação dos animais. Entretanto, existem algumas formas de amenizar as adversidades e melhorar a harmonia do ambiente e dos pets. Veja a seguir algumas dicas que separamos para ajudar a aprimorar a sua relação com o seu melhor amigo em um apartamento ou condomínio.

Segurança em primeiro lugar

Uma das primeiras coisas que devem ser providenciadas ao optar por manter seu pet em um apartamento é a rede de segurança. Elas devem ser instaladas em janelas, sacadas e outras áreas que oferecem risco de queda externa. Além de diminuir o medo dos animais em relação ao espaço em questão, eles ficam seguros e se sentem mais livres para circular por todo o ambiente. O dono também fica muito mais aliviado e não se preocupa com a aproximação dos animais a áreas que antes ofereciam risco de queda.

O animal circula melhor e o dono fica tranquilo quanto a segurança do seu pet!

Atenção as plantas

Algumas pessoas gostam muito de decorar seu lar com muitas plantas ou até mini hortas em sacadas, por exemplo. Mas para os pets, algumas espécies vegetais podem ser prejudicais a saúde ou até fatais.

Então, se você pretende decorar seu cantinho com plantas e tem um animal morando nele, se atente as espécies que vai usar, uma vez que os bichinhos podem sair comendo as folhas. Espécies como lírio da paz, samambaia e copo de leite, são alguns exemplos de plantas que fazem mal a cachorros se ingeridas.

Uma solução é utilizar suportes suspensos para colocar as plantas. Dessa forma fica mais difícil para que o animal as alcance, além de evitar que os vasos e ornamentos sejam cavados e espalhados por todo o ambiente – sabemos que os pets adoram uma bagunça!

Reserve um lugar para as necessidades fisiológicas

É importante que os animais se habituem a fazer suas necessidades em locais específicos, para que a organização do ambiente seja mantida e o bem-estar de todos também. Vale lembrar que em condomínios, os animais não podem fazer suas necessidades nas áreas externas, como acontece em quintais de casas, por exemplo.

Uma maneira de resolver essa questão é reservar um espaço na sacada ou em um cantinho da casa ou apartamento para colocar tapetes higiênicos e ensinar os pets a usa-los – os cachorros são mais adeptos a esse tipo de organização. Para felinos, a caixa de areia se torna indispensável, e os gatinhos se adaptam facilmente ao seu uso.

Essas dicas, além de ajudar na organização do ambiente, auxiliam também contra o mau cheiro que as necessidades fisiológicas dos animais causam, visto que a maioria dos tapetes higiênicos e areias para gatos possuem inibidores de odor. Então, não deixe de adestrar seu pet a usar o cantinho reservado para as suas necessidades.

Não deixe seu pet ficar sedentário

Com a correria cotidiana dos seus donos, os pets normalmente ficam sozinhos. Se eles morarem em apartamentos pequenos ou em lugares que não tem espaços livres para brincar, tendem a ficarem mais estressados. O sedentarismo também pode trazer problemas maiores, como a obesidade.

pets no condominio

Então é necessário que os donos criem uma rotina de passeios com seus animais, para que eles possam correr, brincar e se exercitar, se for o caso.

Para bichinhos que não tem o habito de passear por conta de sua natureza, – como gatos, por exemplo – é importante dar atenção e brincar em casa mesmo, para que eles não se sintam sempre sozinhos. Neste caso, brinquedos e petiscos também podem ser aliados na movimentação e diversão dos animais.

Pet Play: a melhor área do condomínio para o animal

Alguns condomínios possuem uma área de lazer voltada especialmente para os bichinhos: o pet play. Nesse espaço, os animais podem circular livremente, além de se divertirem em brinquedos feitos para eles.

Então, quando for comprar seu imóvel em condomínio, dê uma conferida se ele tem esse espaço! Ele pode fazer muita diferença na vida do seu animal doméstico.

Vale lembrar que você deve conhecer seu pet, e saber como ele se comporta em espaços públicos: se é calmo, se não se estressa com outros animais, se é dócil com outras pessoas além do dono…

Pet play do Condomínio Clube Riverside

Existem muitas maneiras de melhorar a conivência do pet no seu condomínio, e nossas dicas são apenas algumas delas.

Gostou das dicas? Esperemos ter ajudado. Deixe sua opinião aqui ou na nossa página no Facebook. Até a próxima!

saia do aluguel

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]

Veja também