Em meio a tantas notícias conturbadas ruins e boas, a Lyx Engenharia quer mostrar uma visão positiva de nossa região metropolitana.

Sabia que nossa região é uma das que se destaca pelo aumento de empregos?

Em 2019, a cidade de Curitiba e a sua área metropolitana conseguiram um feito a ser comemorado: o aumento expressivo na quantidade de empregos formais, abrangendo várias profissões. Quem confirma a informação é o órgão público Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged.

Apesar de o aumento de oportunidades de trabalho ser observado em praticamente todos os setores curitibanos e nas adjacências, foi a parte de serviços que mais contratou no ano passado. Ainda de acordo com o Caged, foram 3,8% a mais de trabalhadores formalmente contratados nesse setor.

Em números, isso significa mais de 36 mil novos funcionários em bancos, restaurantes, hoteis e outros prestadores de serviço. Sem dúvida, essa é uma quantidade impressionante de vagas para um setor apenas, com um ano de diferença.

O comércio em Curitiba e área metropolitana também fez com que os empregos nessa região subissem muito em 2019. Aliás, o seu resultado foi superior ao primeiro e segundo lugar do ranking do Caged: respectivamente, São Paulo e Belo Horizonte. Estas foram as únicas cidades brasileiras que geraram mais empregos que Curitiba no ano passado. Contudo, quando se trata de comércio, até esses dois municípios ficaram para trás.

Além desses dois setores, a região metropolitana de Curitiba e a própria capital também se destacaram na geração de empregos na construção civil (quase novos 4.600 postos de trabalho), além da indústria de transformação (3.250 vagas no ano passado) e dos serviços imobiliários.

Quais cidades fazem parte da região metropolitana de Curitiba?

  • Pinhais;
  • Colombo;
  • Campo Largo;
  • Balsa Nova;
  • Arapongas;
  • Guaraqueçaba;
  • Rio Branco do Sul;
  • São José dos Pinhais;
  • Araucária;
  • Almirante Tamandaré;
  • Piraquara;
  • Campina Grande do Sul;
  • Itaperuçu;
  • Campo Magro;
  • Tamarana;
  • Ventania

A maior parte da sua área metropolitana teve expressivo aumento no número de novos postos de trabalho, mas algumas cidades conseguiram resultados melhores, o que significa que as empresas no seu território contrataram mais.

A seguir, alguns detalhes sobre as cidades paranaenses campeãs quando se tratou de geração de empregos em 2019:

  • São José dos Pinhais gerou 2.972 novas vagas;
  • Araucária gerou 1.145 novas vagas;
  • Colombo gerou 1.028 novas vagas;
  • Rio Branco do Sul gerou 311 novas vagas;
  • Almirante Tamandaré gerou 261 novas vagas;
  • Curitiba gerou 19.967 novas vagas;
  • Pinhais gerou 1.546 novas vagas;
  • Fazenda Rio Grande gerou 1.085 novas vagas;
  • Campo Largo gerou 675 novas vagas;
  • Campina Grande do Sul gerou 292 novas vagas

Contando os nove primeiros meses do ano passado, todas as cidades geraram quase 60 mil trabalhos com carteira assinada. Vale salientar que 30% dos paranaenses vivem em algum município da área metropolitana ou mesmo na capital Curitiba.

Além de divulgar que essa região impressionou por causa do crescimento das vagas de emprego no ano passado, é interessante mostrar um comparativo com 2018, o que ajuda a visualizar o avanço de uma forma mais clara. Seguem alguns exemplos:

  • São José dos Pinhais teve um aumento de 3,36% nas vagas de emprego;
  • Em Rio Branco do Sul, o amento foi de 8,8%;
  • Em Curitiba, a diferença entre 2018 e 2019 foi de 2,91% positivos;
  • Em Fazenda Rio Norte, o número de empregos aumentou em 7,93%;
  • Já em Pinhais, as vagas cresceram 3,95%

Mais empregos na região metropolitana ajudam a sustentar o PIB

O Paraná está em sexto lugar dentre os melhores Estados brasileiros para viver, o que quer dizer que ele oferece boas condições de educação, de saúde, boa infraestrutura e também opções de emprego. Tudo isso resulta em mais qualidade de vida para os moradores das cidades paranaenses.

De acordo com a medição oficial, o IDH é de 0,749, ficando atrás de Estados das regiões Sul e Sudeste. O único que está à frente do Paraná e que não fica nessas regiões é o Distrito Federal: é a região com maior IDH no país inteiro, com índice de 0,844.

Como ficou o Brasil na geração do emprego em 2019?

No geral, o Brasil registrou bastante aumento de vagas formais em 2019: de acordo com o Caged, foram 644.049 novas pessoas com carteira de trabalho assinada. Considerando apenas o mês de setembro, foram 157.213 cargos abertos.

Mais uma vez, o crescimento do mercado profissional paranaense impressiona porque responde por 37% de todos os empregos em questão. Considerando que o Brasil é muito grande, um único estado (ou melhor, um pequeno grupo de municípios) concentrar 37% das novas vagas é algo notável.

Grandes empresas na área metropolitana

Apesar de vários setores paranaenses apresentarem mais vagas, como citado, é válido dizer que a capital tem diversas empresas de grande porte e que movimentam o mercado de trabalho, inclusive:

  • Robert Bosch;
  • Esso;
  • Siemens Brasil;
  • Refinaria Petrolífera Petrobrás;
  • Mondelez;
  • E outras

Esperamos que essa informação ajude a preservar nossa esperança no futuro.

E para conhecer um pouco mais a região de Almirante Tamandaré, acesse também a matéria 4 Motivos para escolher a cidade de Almirante Tamandaré para morar clicando aqui

Até mais!

Veja também